Dica Cultural- Um Rio Surreal...


Fernanda Moreira
Redação d'O Historiante

A cidade desespero, o Rio 40°, a cidade maravilhosa, "o purgatório da beleza e do caos"... E, pelo andar dos últimos acontecimentos, a cidade do surreal... o Rio de Janeiro recebeu no dia 30 de maio, no Centro Cultural Banco do Brasil, a exposição Salvador Dalí. Sendo assim, até o dia 20 de setembro, passear pelas salas do CCBB será um momento único para ver de perto e apreciar 150 obras do famoso pintor catalão. Consagrado pelos trabalhos elaborados no período surrealista, a exposição extrapola esse limite e apresenta diferentes fases do artista. Na verdade, como descrevem os curadores, a ideia é  "mostrar o Dalí surrealista, mas também aquele que se antecipa ao seu tempo, que é audacioso, que defende a liberdade de imaginação do artista em sua própria criação”. A exposição é um passeio pela vida e obra do pintor, aliás, é uma retrospectiva que explora a criação e as diferentes fases de Dalí - mesmo dando uma ênfase maior ao período surrealista do artista. 


A mostra é a maior realizada, no Brasil, sobre o pintor e apresenta trabalhos de Dalí de 1920 até os últimos quadros. Mas, não se trata de uma exposição apenas sobre as pinturas e quadros. Mais que isso. É um belo mergulho no universo onírico de Dalí. É possível viajar através de documentos, cartas e livros da biblioteca particular do artista. Entre as obras consagradas, estão expostas telas como, por exemplo, o Autorretrato cubista (1923), El sentimiento de velocidad(1931) e Paysage pagano medio (1937). Além dos desenhos feitos por Dalí para ilustrar os livros Dom Quixote de La Mancha, de Miguel de Cervantes,  Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carrol, entre outros. Além de um belo passeio biográfico e artístico,  é um convite ao provocante mundo de Salvador Dalí. 

Que tal passar por lá e conferir?  
O Rio de Janeiro da copa, do tiro, porrada e bomba, do carnaval, da praia, das remoções, das olimpíadas, dos turistas, das favelas... é também o Rio de Dalí.
Aproveite! Mais surreal, impossível!



A exposição é organizada pelo Instituto Tomie Ohtake. Já as obras são oriundas das principais instituições colecionadoras do artista: Fundação Gala-Salvador Dalí, em Figueres, Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía, em Madri, e o Museu Salvador Dalí, na Flórida. Os livros e documentos foram cedidos pelo Centro de Estudos Dalilianos. 

O principal: É de graça!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro - "A vida Verdadeira de Domingos Xavier", de José Luandino Vieira

Educação doméstica X Educação escolar no Brasil: desafios, conflitos e perspectivas.

" Todos iguais... uns mais iguais que os outros"